Arquivo da tag: ganeixa

mais de mil palhaços no salão…

hoje vi n’o globo que existe na cidade do méxico uma pergerinação de palhaços em homenagem à virgem de guadalupe.

procurei mais e achei várias notícias a respeito. destaquei mais uma, do ano passado, por causa das fotos.

imaginem só, centenas de bufões desfilam e depois assistem à missa. do lado de dentro da igreja!

eu, que não tenho fé em coisa alguma, participaria, com interesse e sem dormir, da homilia em qualquer templo, de qualquer crença, desde que me aceitassem vestido de palhaço.

jamais poderia acreditar num deus que não gargalhasse.

pensem: que sentimentos inspira nos fiéis a religião cujo principal símbolo de adoração é um pobre coitado com pés e mãos furados por pregos, açoitado e pendurado em agonia? a esse respeito, prefiro o sorriso do rechonchudo buda, ou mesmo o divertido estranhamento causado pela cabeça de elefante e os quatro braços de um ganeixa.

no livro história do riso e do escárnio, o autor georges minois lembra do mito da criação segundo um tratado alquímico do século 3, conhecido como “o papiro de leyde”. é uma bela concepção.

“Tendo rido Deus, nasceram os sete deuses que governam o mundo… Quando ele gargalhou, fez-se a luz… Ele gargalhou pela segunda vez: tudo era água. Na terceira gargalhada, apareceu Hermes; na quarta, a geração; na quinta, o destino; na sexta, o tempo.” Depois, pouco antes do sétimo riso, Deus inspira profundamente, mas ele ri tanto que chora, e de suas lágrimas nasce a alma.

1 comentário

Arquivado em arte, palhaçada